Clínicas de recuperação em todo Brasil

Clínica de Recuperação para dependentes: Como Funciona ?

Clínica de recuperação para dependentes químicos, entenda como funciona o tratamento e onde encontrar ajuda especializada, Atendimento e Remoção 24 horas.

Saber como funciona uma clínica de recuperação para dependentes químicos é essencial para que os familiares possam compreender melhor o funcionamento desses locais e possam ter confiança para internar parentes para tratamento.

Um dos grandes problemas em relação ao tratamento de dependentes químicos é, justamente, o grande preconceito que ainda existe em relação às clínicas para reabilitar pessoas.

Muitos ainda têm uma visão ultrapassada sobre como funciona uma clínica de recuperação para dependentes, acreditando que trata-se de um local onde os pacientes são tratados de forma desumana.

É por isso que torna-se essencial essa mudança de visão a respeito do tema, mostrando como essas clínicas são eficientes e o tratamento para reabilitação é humanístico.

Sendo assim, para você que possui algum parente que está enfrentando problemas em relação à dependência química, esse artigo irá proporcionar o conhecimento necessário sobre esses locais.

Você irá saber, inclusive, como se dão as formas de internação em uma clínica para reabilitar dependentes químicos, o que exige também que o local esteja preparado, por exemplo, para fazer o resgate do paciente em alguns casos.

Para saber mais, não deixe de acompanhar esse texto completo até o final e entenda tudo sobre como funciona clínica de recuperação para dependentes.

Clínica de recuperação para dependentes químicos: O que é?

A primeira coisa que precisa ser vista, antes de compreender como funciona uma clínica de recuperação para dependentes, é sobre o que elas são.

É nesses locais em que os dependentes terão completa recuperação do vício que possuem, podendo vir a recuperar-se e ter uma vida normal.

Não há como comparar o tratamento realizado em uma clínica de recuperação com deixar o paciente tratando-se em casa, até porque é muito mais provável que ele venha a cair em gatilhos ao não estar internado em uma clínica.

O que é uma clínica de reabilitação para dependentes químicos?

Assim, como as clínicas de recuperação para dependentes químicos são locais em que as chances de se recuperar de um vício em uma substância química são maiores, é importante conhece-las bem.

A clínica de reabilitação é um local que é especializado no auxílio de indivíduos que possuem algum tipo de dependência química, seja ela em substâncias lícitas ou ilícitas, e que precisam de tratamento.

As clínicas de reabilitação para dependentes atuam com diversas formas de tratamento, já que para recuperar alguém de um vício em uma substância química é preciso diversos modos de trata-lo.

Nas clínicas, encontram-se os mais diversos profissionais, como os cuidadores e também profissionais da saúde, entre eles médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e educadores físicos.

Ou seja, o tratamento é completo e aborda várias frentes, permitindo não só que o dependente seja tratado fisicamente como também mentalmente, superando com mais assertividade a dependência.

O objetivo das clínicas de reabilitação é oferecer um ambiente tranquilo e seguro em que o dependente químico possa estar, longe de qualquer tipo de gatilho, por isso elas costumam encontrar-se em locais mais afastados.

Além disso tudo, as instalações devem proporcionar uma comodidade ao dependente que está internado, permitindo que ele sinta-se bem e evitando período de estresse.

Como você verá mais à frente, a maior parte dos pacientes precisará passar mais de 90 dias no local, o que irá exigir uma estrutura que traga conforto a eles.

Clínica de reabilitação: Como ela funciona?

Agora que você pôde compreender melhor o que é uma clínica de reabilitação para dependentes químicos, é hora de entender como se dá o funcionamento dela.

Antes de ser aceito em uma clínica, o futuro paciente precisa ser avaliado para compreender qual é o seu estado quanto ao vício que possui, além de ser possível compreender o tipo de tratamento mais indicado para o caso dele.

A entrada pode acontecer de três formas distintas: internação voluntária, internação involuntária e internação compulsória.

Internação em clínica de reabilitação

Torna-se essencial falar sobre a internação em clínica de reabilitação, que é a primeira fase de como será realizado o tratamento no local.

Como dito, entrada em uma clínica pode ser de três formas distintas: internação voluntária, internação involuntária e internação compulsória.

A internação voluntária é aquela em que o próprio dependente químico, ao possuir conhecimento do estado em que está, busca por auxílio para que possa reabilitar-se e voltar à sua vida normal.

Essa forma de internação, infelizmente, ainda não é tão comum pois não é fácil que as pessoas com um vício, ainda mais no caso das drogas ilícitas, possam ter discernimento da necessidade de auxílio.

No caso da internação voluntária, o paciente deve assinar um documento em que afirma o seu consentimento para passar pelo tratamento na clínica.

Para que ele possa receber alta, ou o médico responsável pode liberar o paciente quando percebe que o mesmo está recuperado ou o próprio paciente, nesse tipo de internação, pode requisitar sua alta.

A internação involuntária é aquela que é feita por meio de um familiar, que dá entrada no tratamento para que o dependente químico, que não aceita ajuda, possa ser internado.

Esse tipo de internação é indicado para quando o dependente não possui consciência do seu estado e não quer auxilio, acreditando que não tem nenhum problema.

Para receber alta na internação involuntária, o médico responsável deve liberar o paciente ou algum familiar deve fazer a requisição da alta.

O paciente internado involuntariamente jamais pode fazer a requisição da própria alta.

Por último, ainda existe a internação compulsória, que é aquela realizada através de uma ordem judicial, expedida por um juiz, e que deve ser embasada por um laudo médico que demonstre a necessidade da internação.

Essa internação é comum quando o dependente não possui nenhum parente próximo que possa requisitá-la de forma involuntária e que apresenta um risco a si mesmo e a terceiros.

Da mesma forma que ocorre com a internação, para o paciente receber alta da clínica torna-se necessária uma ordem judicial com laudo médico expedido.

O tratamento na clínica de reabilitação para dependentes químicos

O tratamento de um dependente químico em uma clínica de reabilitação deve ocorrer de forma multimodal, ou seja, havendo diversos modos para que o mesmo seja eficaz.

Assim, entre os procedimentos de tratamentos pelos quais o dependente químico poderá passar estão a terapia medicamentosa, a internação parcial ou integral, e as terapias cognitivo-comportamental.

Alguns pacientes, com menor grau de dependência, poderão ter apenas alguns desses procedimentos no tratamento, enquanto em outros casos, dependentes químicos em um grau mais avançado precisarão de todos.

Cada paciente precisará ser analisado para que o tratamento mais indicado para ele seja realizado e as chances de que ele venha a ter sucesso sejam maiores.

Em geral, o tratamento mínimo em uma clínica de reabilitação para dependentes químicos tem em torno de 90 dias, enquanto o máximo costuma ser de 180 dias.

O período de internação também dependerá bastante de cada caso, pois enquanto alguns dependentes recuperam-se rapidamente com o tratamento, outros levam mais tempo.

Além disso, é preciso um retorno gradual à vida social, o que significa que o paciente internado em tempo integral pode ir aos poucos sendo socializado novamente, passando para a internação parcial até a liberação.

O tratamento em clínica de reabilitação para dependentes químicos costuma ter uma efetividade em torno de 30% de recuperação total do paciente, sem que o mesmo volte a ter nenhum tipo de recaída após receber alta.

Isso mostra o porquê de ser importante manter-se sempre presente em grupos para apoio de dependentes químicos, evitando recaídas que podem trazer problemas ainda piores futuramente.

Conclusão

Como você viu, a clínica de reabilitação para dependentes químicos é essencial para garantir que os resultados alcançados por uma pessoa que sofre com algum tipo de dependência química sejam positivos.

Muitas pessoas ainda possuem uma visão errada sobre esses locais, baseada em mitos a respeito das clínicas e de como são realizados os tratamentos, como é o caso do preconceito com a internação involuntária e a compulsória.

Neste texto, você pôde ter acesso a diversas informações essenciais, tais como o que é uma clínica de reabilitação para dependentes químicos e como é que ela funciona.

Compreender as formas de internação é essencial para entender como agir em cada caso específico, o que faz toda a diferença para o resultado final do tratamento.

Ainda mostramos como são os tratamentos em uma clínica desse tipo, que é multimodal, ou seja, varia em diferentes modos de acordo com o grau de cada paciente, que varia de acordo com a dependência.

Com tudo isso, esperamos que tenha ficado mais claro como funciona e qual a importância desse tipo de clínica para o tratamento da dependência química ser realmente eficaz.

Você pode contar com o Grupo Vitta Life, que possui clínicas de reabilitação em diferentes estados brasileiros, e específicas para distintos grupos (homens, mulheres e adolescentes), garantindo um tratamento eficaz.

Gostou do artigo de hoje sobre como funciona clínica de Recuperação para dependentes?

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas.

Saiba o que podemos fazer pelo paciente e por você, na clínica de recuperação do Grupo Vitta Life, ao escolher o tratamento pertinente para quem precisa de ajuda. 

Atendimento via whatsapp para clinica de recuperação Álcool e Drogas

Participe da discussão

Compare listings

Comparar