Clínicas de recuperação em todo Brasil

Internação para dependentes químicos: Como funciona ?

Internação para dependentes químicos: Como funciona ?

Saber como funciona a internação para dependentes químicos é, com toda a certeza, uma das principais dúvidas de quem possui familiares com esse tipo de problema.

Afinal, é tendo esse conhecimento que você irá poder saber como é possível requisitar a internação de um ente querido ou, ainda, o próprio dependente químico poderá ir atrás desse auxílio por si próprio.

Pensando nisso e em como é possível ajudar as pessoas que estão passando por esse momento difícil, esse artigo tem o intuito de mostrar exatamente como é que funciona a internação para dependentes químicos em clínicas.

Quer saber tudo a respeito desse assunto importantíssimo para o combate à dependência química?

Então não deixe de acompanhar esse texto até o final!

A dependência química

Antes de entrarmos de vez na questão de como funciona a internação de pessoas que são dependentes químicas em clínicas de reabilitação, vamos falar um pouco mais sobre a dependência química em si.

Ainda há, infelizmente, muito tabu e muito preconceito com as pessoas que sofrem com a dependência química, algo que é extremamente sério, complexo e que acaba destruindo vidas.

A dependência química não deve ser jamais ignorada e antes que você pense que é algo que nunca vai alcançar sua família, saiba que esse é um problema que está mais próximo do que a maior parte das pessoas imagina.

Não é fácil solucionar o problema de um dependente químico, por outro lado, não é algo impossível e, com o tratamento certo, as chances são muito maiores.

Para deixar mais claro o quão sério é (e deve ser levado em consideração) a dependência química, ela é classificada como sendo um conjunto de fenômenos fisiológicos, comportamentais e cognitivos.

Esses fenômenos são desencadeados, justamente, pelo uso de uma determinada substância química de maneira repetida.

A Organização Mundial da Saúde qualificada, hoje, a dependência química como um transtorno mental, colocando-a inclusive na lista das doenças reconhecidas.

É uma doença do tipo primário e pode acabar ocasionando o desenvolvimento de outras doenças, sendo a dependência crônica (persiste por um longo tempo) e progressiva, o que significa que ela pode piorar muito com o tempo.

Atualmente, existe tratamento para dependentes químicos que, quando feito da maneira correta e constantemente, sem abandonar em nenhum momento, é possível viver de forma normal e sem sofrer com as complicações da doença.

Internação para dependentes químicos em Clínica de Recuperação

Uma das formas mais eficazes de tratar a dependência química é, sem dúvida nenhuma, a internação em uma clínica de reabilitação .

A dependência, como foi dito anteriormente, trata-se de um tipo de transtorno mental, o que significa que, principalmente em casos mais avançados, o dependente acaba perdendo muito a noção do que faz.

Isso significa que sem um tratamento e um auxílio especializado, torna-se muito difícil que ele possa a vir recuperar-se do problema e voltar a ter uma vida normal.

Por conta disso, não há como a família acreditar que apenas fazendo um tratamento em casa ou evitando o dependente de deixar a residência será possível reverte o problema.

Assim, é preciso buscar uma clínica especializada que proporcione ao dependente químico tudo o que ele precisará para conseguir lutar contra o vício e reverter o quadro.

O que é uma clínica de recuperação?

Uma clínica de reabilitação ou de recuperação trata-se de um ambiente que é preparado, em termos estruturais e profissionais, para o acolhimento de um dependente químico.

Por meio do acolhimento, a instituição poderá proporcionar um tratamento para o dependente químico que seja totalmente individualizado, o que irá permitir que ele possa enfrentar a doença da melhor forma.

A finalidade é, portanto, que o paciente possa recuperar-se plenamente para que tenha uma vida normal novamente, com saúde e longe da influência das substâncias químicas das quais fazia uso.

Uma clínica de recuperação deve contar com profissionais de saúde qualificados que proporcionem o melhor tratamento a cada paciente, entre eles:

  • Médico Psiquiatra Realiza diagnóstico e controle de reabilitação dos transtornos mentais, causados ​​pelas drogas.
  • Psicólogos responsáveis ​​por compreender, diagnosticar e tratar os transtornos comportamentais.
  • Terapeuta Ocupacional Desenvolver atividades que promovem ou envolvem pessoal e ressocialização do paciente.
  • Terapeuta Holístico Promove o equilíbrio do ser humano, envolvendo as áreas emocional, mental, espiritual e física.
  • Enfermeira Padrão Responsável pela organização e planejamento da assistência de enfermagem.
  • Auxiliares de Enfermagem Responsáveis ​​pela administração e aplicação de medicamentos, curativos e cuidados gerais.
  • Nutricionista Desenvolver o cuidado, a educação e a saúde alimentar, por meio de programas de nutrição.
  • Educador Físico Organiza, orienta e supervisiona como atividades físicas, por meio de programas individuais e em grupo.
  • Equipe de Monitoramento Responsável pelo monitoramento e preservação da segurança e integridade dos nossos pacientes.

Visto tudo isso, então agora surge a pergunta, como é que funciona a internação para dependentes químicos em clínicas desse tipo?

Como funciona a internação para dependentes químicos em clínicas?

A internação de um dependente químico em uma clínica de recuperação, onde ele irá receber o tratamento adequado, pode ser feita de três formas distintas: internação voluntária, internação involuntária e internação compulsória.

Vamos ver, a seguir, cada uma delas!

Internação voluntária

O primeiro tipo de internação a ser vista aqui é a internação voluntária, que trata-se daquela em que o próprio dependente químico, de livre e espontânea vontade, buscar por auxílio profissional para o problema que possui.

Apesar de poder ter, também, um incentivo da família e dos amigos para que o dependente busque ajuda, na internação voluntária a decisão final é tomada pelo próprio.

A busca pela clínica de recuperação para dependentes químicos pode ser feita tanto sozinha, como também pode contar com o auxílio de familiares para encontrar o local certo para começar o tratamento.

Em geral, o dependente químico procura ajuda em uma clínica de recuperação para abandonar o uso das substâncias quando ele percebe as primeiras consequências do vício.

É o caso de se afastar dos amigos, da família, ter problemas profissionais e dentro de casa, consume constante do uso da substância e comportamento irresponsável e inadequado sob efeito da mesma.

Quando o paciente procura ajuda por conta própria, é muito mais fácil ele aderir aos tratamentos que são indicados na clínica, o que aumenta bastante as chances de recuperação, o avanço e o tempo da mesma.

O tempo que o paciente precisará ficar internado irá depender dele, já que varia muito de pessoa para pessoa.

É a equipe médica responsável que irá fazer as avaliações necessárias e dizer qual o tempo de recuperação para que o paciente fique internado na clínica.

Internação involuntária

Por outro lado, a internação involuntária é o oposto da internação do tipo voluntária, ou seja, é quando o dependente químico é internado sem que ele dê o seu consentimento.

Esse tipo de internação costuma ocorrer de acordo com o pedido de terceiros, que deve ser um parente do dependente químico, que será internado mesmo sem aceitar o tratamento.

É uma alternativa que é tomada quando o paciente já não possui mais controle sobre si mesmo e não acredita que necessita de ajuda, pois não reconhece o próprio problema.

Costuma ser buscada quando há um risco não só à saúde e à vida do dependente químico, mas também das pessoas ao seu redor.

Para que possa ocorrer, entretanto, o procedimento de internação involuntária precisa ser feito com autorização de um médico credenciado para avaliar o dependente químico.

É preciso também que a instituição que irá realizar a internação faça um comunicado diretamente ao Ministério Público Estadual, tanto no momento em que o paciente entrar quanto sair da clínica.

A alta do paciente, nesse tipo de internação, irá acontecer tanto por determinação do médico responsável pela clínica, quando entender que o paciente está recuperado, quando por solicitação do responsável legal dele.

Internação compulsória

O último tipo de internação possível para dependentes químicos é clínicas de recuperação é a internação compulsória, o que é a última alternativa e tem suas especificidades.

É o caso, por exemplo, de que a internação do tipo compulsório só pode ser determinada mediante uma ordem judicial.

Mais do que isso, essa ordem ou determinação judicial só pode ser realizada baseada em laudos médicos que atestem que, realmente, o paciente oferece risco à própria saúde e vida, e também a outras pessoas.

Os laudos também devem deixar claro que todas as outras tentativas de realizar o tratamento do paciente foram falhas, portanto, essa é realmente uma alternativa.

Quando não há mais opções para tratar o dependente químico e não existe nenhum familiar que se responsabilize por ele, então é preciso recorrer à internação compulsória.

Da mesma forma que ocorre com a internação, a liberação do paciente internado sob a forma compulsória só poderá acontecer também por meio de uma decisão judicial.

A decisão judicial que determinar a alta do paciente também precisará ser embasada mediante os laudos médicos, que deverá atestar que o paciente estar recuperado e que poderá ser reinserido na sociedade.

Conclusão

Como você viu, uma das formas mais eficazes de tratamento de dependentes químicos é por meio da internação em clínicas de recuperação, em que o paciente irá receber um tratamento individualizado com suas necessidades.

Neste texto, mostramos a você tudo o que é preciso saber sobre o tratamento baseado na internação para dependentes químicos e nas formas como elas ocorrem.

Assim, é possível agora você entender cada tipo de internação e como ela é feita e o que é preciso para busca-la em cada caso, seja ela voluntária, involuntária ou ainda a compulsória.

Gostou do artigo de hoje sobre como funciona internação para dependentes químicos?

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

VEJA NOSSO GUIA COM AS MELHORES CLÍNICAS DE RECUPERAÇÃO DO BRASIL 

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas.

(11) 941595453

Descubra como nossos consultores podem ajudar você ou seu ente querido a selecionar um tratamento em uma clínica de reabilitação  adequada. Uma avaliação por telefone exige apenas 5 a 10 minutos do seu tempo. Isso ajuda você a saber sua posição em termos de opções de reabilitação em sua área local. 

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas.

Participe da discussão

Compare listings

Comparar